Dicas para evitar furtos e roubos de veículos

Data: 25 de janeiro de 2017 Por: Tele-Alarme
Em: Dicas de Segurança

Man's hand pushing unlock button on car remote O automóvel é algo desejado por muitas pessoas e, muito mais que um bem material, ele garante praticidade e tranquilidade para o dia a dia. Apesar de ser considerado uma das formas mais seguras de se locomover nas grandes cidades, é preciso tomar alguns cuidados para evitar que você seja vítima de assaltos e furtos.

Embora algumas precauções pareçam óbvias, muitos veículos são furtados devido à negligência de seus proprietários. Por isso, separamos algumas dicas simples que podem te ajudar a evitar esse tipo de situação. Confira!

01 – Estacionando com segurança

Trata-se daquela máxima: tenha bom senso. Preferir estacionamentos fechados é sempre melhor, mas caso você realmente precise estacionar seu carro numa via pública, considere como a rua fica durante a noite. Um local com vários estabelecimentos comerciais pode ser seguro durante o dia, mas ficar completamente deserto à noite. O ideal é procurar um local com câmeras, vigias e uma boa iluminação.

Em estacionamentos, evite utilizar vagas muito afastadas. Prefira vagas próximas a outros carros e à guarita do vigia ou porta de entrada e saída. Mas cuidado: estacionar muito próximo da saída pode facilitar a fuga dos bandidos, o ideal é encontrar um meio termo.

02 – Não dê espaço para a imaginação

Todo mundo sabe que deixar objetos de valor dentro do carro é facilitar a vida dos criminosos. Porém, é preciso tomar outros tipos de cuidado: objetos como carregadores, fones de ouvido e suportes para GPS podem dar a entender que itens de maior valor estão escondidos no interior do veículo. Até mesmo objetos simples como mochilas e sacolas de plástico podem despertar a curiosidade dos meliantes.

É importante, também, guardar as compras no porta-malas assim que você entrar no carro em vez de fazer isso na próxima parada. Guardar algo no porta-malas depois de estacionar o carro pode atrair mais atenção do que você gostaria.

03 – Cuidado com informações privilegiadas

Nunca subestime a capacidade dos bandidos de conseguir informações. Jamais deixe documentos, boletos bancários ou correspondências dentro do seu carro: essas informações podem ser usadas para acessar sua conta bancária ou planejar um roubo à sua casa. É importante tomar cuidado com a carteira de motorista e o registro do carro também porque, em posse desses documentos, o criminoso consegue ter mais facilidade para vender o veículo ou até mesmo sair ileso em caso de blitz policial.

É preciso dar uma atenção especial até mesmo para os adesivos e outros adereços do carro: ostentar o nome da faculdade mais cara da cidade pode dar a entender que o proprietário tem bens de alto valor monetário, por exemplo.

04 – Portas e vidros trancados

Não importa se será uma parada rápida no posto de gasolina, na padaria ou no caixa eletrônico, sempre tranque as portas e feche os vidros. Criminosos experientes podem finalizar o furto em menos de dois minutos e uma porta aberta é quase como um convite. É importante, inclusive, manter as portas trancadas quando o veículo está na garagem da sua casa, não dá pra confiar apenas no portão. Quanto mais barreiras de segurança, melhor.

05 – Nos semáforos

Uma forma comum de assalto é quando o bandido aproveita o carro parado no semáforo para realizar a abordagem. Para evitar esse tipo de situação, mantenha sempre uma distância segura entre seu veículo e o carro da frente porque, dessa forma, você terá mais espaço para manobrar e arrancar com o carro rapidamente. Em horários e locais perigosos, procure ir reduzindo a velocidade ao se aproximar de um semáforo e não parar o carro por completo, mantendo a primeira marcha engatada. Se um suspeito se aproximar, você poderá avançar mais facilmente. Dependendo do caso, compensa mais pagar uma multa a ter que arcar com os prejuízos e a situação traumática do assalto.

06 – Atenção para as chaves

Com os sistemas de segurança atuais, o jeito mais fácil de furtar um carro é furtando as chaves. Procure evitar ao máximo entregar suas chaves para manobristas e lavadores, eles podem fazer cópias rapidamente, sem que o proprietário sequer perceba. Ao levar as chaves consigo, evite tirá-las do bolso sem necessidade e tome cuidado em locais com muita movimentação. Cópias das suas chaves jamais devem ser mantidas no interior do veículo, não importa o quão seguro seja esse “esconderijo”.

07 – Ostente segurança

Quanto mais segurança, melhor. Além de contratar um seguro contra roubos, invista em alarmes, travas de direção, rastreadores e outras tecnologias disponíveis no mercado. E assegure-se de que esses mecanismos estejam visíveis: os bandidos casuais pensam sempre duas vezes antes de tentar furtar um veículo que possui tantas barreiras de segurança.

08 – Pare, olhe, escute

Percebeu alguma movimentação estranha antes de entrar na garagem de sua casa? Dê algumas voltas no quarteirão e acione as autoridades. Muitos sequestros acontecem quando a vítima está chegando em casa, lembre-se sempre de prestar atenção nas ruas, nas calçadas e nas esquinas antes de abrir os portões da garagem. A mesma coisa vale para movimentações estranhas longe de casa, observe bem as ruas ao seu redor. Mesmo que as pessoas não pareçam suspeitas, qualquer aproximação estranha deve ser levada em consideração.

09 – Cuidado com os “bons samaritanos”

Um golpe bastante comum é o do falso mecânico: o meliante faz modificações no veículo para que a vítima tenha problemas ao dar a partida. Depois disso, surge um “mecânico” oferecendo ajuda e acaba aproveitando a situação para roubar o veículo, dinheiro e objetos de valor. É comum, também, que o ladrão aborde a vítima dizendo que o carro está com um suposto defeito e diz que pode ajudá-la a consertar. Quando a vítima encosta o veículo, o criminoso finaliza a ação.

Se houver problemas com o seu carro, tranque-o e procure uma assistência especializada de confiança. E caso alguém sinalize um defeito, deixe para estacionar num posto de gasolina ou, melhor ainda, numa base policial.